01 novembro 2006

(??) 100 % Original (!!)

"não encontro resposta, sou. É isto apenas o que me vem da vida. Mas sou o quê? A resposta é apenas sou o quê. Embora às vezes grite: não quero mais ser eu!!. Mas eu me grudo a mim e inextrincavelmente forma-se uma tessitura de vida".
LISPECTOR, Clarisse -1980


... o velho coruripe ....
"Aprendi que cada um de nós é todos os outros, que minha solidão não fora real e que o ator, melhor do que qualquer pessoa pode compreender os homens por compreender a si mesmo. Aprendendo a interpretar aprendi também, de certa maneira, a admitir que os outros são nós mesmos, que nós mesmos somos os outros, e que toda solidão se identifica".
IONESCO, Eugénè

Nenhum comentário: